Blog

15/06/2020

Dicas para evitar acidentes com crianças em casa

Durante a pandemia, as crianças passam mais tempo em casa. Por isso, os cuidados com a segurança devem ser redobrados.

De acordo com a Organização Criança Segura, os acidentes domésticos são as principais causas de morte de crianças com até 14 anos. Por isso, no cenário atual, onde os pais precisam conciliar trabalho remoto, tarefas domésticas e cuidado com os filhos que agora estão mais tempo em casa, as atenções devem ser redobradas em relação a segurança das crianças.

Um dos cuidados a serem tomados nesta pandemia é quanto ao uso do álcool em gel, produto que se tornou muito importante na rotina das famílias, para que não aconteçam as queimaduras. O produto não é prejudicial aos pequenos, mas deve ser usado de forma correta e moderada e, sempre, com a ajuda de um adulto. O álcool é um produto químico e não deve ficar ao alcance de crianças.

Cuidado também com a movimentação das crianças na cozinha. O ideal é sempre mantê-las longe da cozinha, especialmente na hora do preparo das refeições. O local está cheio de utensílios como facas, garfos, tesouras e do fogão. Vale lembrar também que o álcool e o fogo não combinam. Nossa dica é: uma solução para evitar a ida à cozinha pode ser instalar grades que bloqueiam o marco da porta.

Para evitar quedas, é importante proteger janelas, sacadas, degraus, especialmente se a crianças for bem pequena.

Com todos em isolamento social, a casa fica cheia por mais tempo. E quando a família é grande, fica difícil controlar aquelas brincadeiras mais “puxada¨ como as brincadeiras de lutas, corridas, pulos. O excesso delas podem ocasionar fraturas de diversos tipos.

Se você tem piscina em casa e crianças pequena, cuidado redobrado! É necessário ter atenção com as medidas de proteção para evitar afogamentos. As crianças não devem chegar perto de uma piscina sem a supervisão de um responsável. O ideal é usar uma boia salva-vidas, como os coletes que prendem todo o tórax, e a piscina deve ser cercada com grades de pelo menos um metro de altura.

Os equipamentos eletroeletrônicos também dever estar longe do alcance das crianças ou seu uso deve ser acompanhado por um responsável. O ideal também é que as tomadas sejam tapadas quando não estiverem sendo usadas.

E não perca a alegria de aproveitar a oportunidade de estarem mais tempo com seus filhos, mas com segurança!

GOSTOU DAS DICAS?

Então compartilhe essas informações com outras pessoas para que elas também aprendam a cuidar da saúde e ter uma melhor sua qualidade de vida!

Agende sua consulta aqui!