Blog

03/06/2020

Dicas para combater a obesidade infantil

 

 

Os cuidados com a alimentação das crianças devem ser intensificados durante a pandemia.

O Dia de Conscientização contra a Obesidade Mórbida Infantil (03/06) foi criado para combater os números que não param de crescer. Dados do Ministério da Saúde indicam que 13% dos meninos e 10% das meninas entre 5 e 19 anos sofrem com obesidade ou sobrepeso. Para se ter uma ideia da gravidade, a estimativa da Organização Mundial de Saúde (OMS) é de que o Brasil tenha 11,3 milhões de crianças obesas em 2025.


Causas da obesidade infantil

A obesidade infantil pode ser causada por diversos fatores. Entre elas:
- Predisposição genética;
- Doenças hormonais;
- Uso de medicamentos à base de corticoides
- Má alimentação, rica em fast foods, alimentos industrializados e congelados, refrigerantes, doces e frituras;
- Sedentarismo;
- Fatores psicológicos, como estresse ou tédio, que podem fazer as crianças comam mais do que o normal.

Medidas urgentes de hábitos devem ser tomadas a começar pela prevenção, que deve ser feita logo cedo a partir dos cuidados primários de saúde e o PEDIATRA tem papel de destaque nessa ação.

Na consulta com o especialista é importante fazer o monitoramento do peso e da estatura da criança. Se o paciente apresentar aumento excessivo de peso em relação à altura, especialmente se os pais forem obesos, a criança deve receber uma orientação nutricional com o objetivo de evitar o desenvolvimento da obesidade. O quadro, uma vez instalado, é difícil de ser revertido.

Mas a participação ativa da família também é muito importante para propiciar hábitos alimentares adequado.


Dicas para  ajudar no combater a obesidade infantil

- Promova uma reeducação alimentar e incentive o consumo de frutas, legumes e verduras;
- Incentive a criança a fazer de cinco a seis refeições por dia como café da manhã, lanche da manhã, almoço, lanche da tarde, jantar e um pequeno lanche antes de dormir;
- Reduzir a oferta de alimentos com quantidades elevadas de açúcar, sal e gorduras;
- Beber bastante água;
- Evitar bebidas com baixo valor nutricional e alto valor calórico, como refrigerantes e sucos artificiais;
- Estimular a criança a ter um estilo de vida mais ativo; 
- Diminuir o tempo gasto com TV, videogame, computador, tablet e celular e trocar por momentos de brincadeiras ao ar livre, caminhadas, passeios de bicicleta, etc. 
- Inclua o resto da família no processo de reeducação alimentar;
- Permitir que crianças possam ter mais de 9 horas de sono;
- Não potencialize o problema;
- Não proíba nada; controle!

Vale ressaltar que crianças obesas têm mais riscos de se tornarem adultos obesos e consequentemente podem surgir doenças crônicas, como diabetes e hipertensão.


Tratamento da obesidade infantil

O tratamento é feito por meio de modificações nos hábitos alimentares. Será preciso melhorar a dieta e os hábitos de condicionamento físico. Se isso for feito por toda a família será melhor ainda para ajudar a criança a conseguir um peso saudável.

Vamos combater a obesidade infantil juntos! Se precisar de ajuda conte com nossas médicas especialistas e nutricionistas.


GOSTOU DAS DICAS?

Então compartilhe essas informações com outras pessoas para que elas também aprendam a cuidar da saúde e ter uma melhor sua qualidade de vida!

 

Agende sua consulta aqui!